Pomerode
O ano inteiro

Osterfest gera impacto no PIB de Pomerode

Segunda-Feira, 14 de Março - O maior atrativo em Pomerode hoje, literalmente, é a Osterbaum (árvore de Páscoa). Com 18 metros de altura e decorada com 120 mil casquinhas artificiais, ela é destaque do Centro Cultural durante a 8ª edição da Osterfest. A festa, que lotou a cidade de turistas no último fim de semana, deve fazer a charmosa cidade lucrar mais de R$ 10 milhões com o turismo sazonal neste ano, segundo a Associação Empresarial de Pomerode (Acip).

Como nesta edição mais de 65 mil pessoas já passaram por Pomerode durante os dois primeiros finais de semana da Osterfest, a expectativa é superar os 143 mil visitantes de 2015 e a arrecadação do ano anterior.

— Se o tempo ajudar seguramente vai passar de 1% do PIB nesses cinco finais de semana, o que é muito expressivo porque é o PIB do ano todo. Se isso se concretizar, em 2016, de cada R$ 100 que foram produzidos em Pomerode, mais de R$ 1 veio da Osterfest — enfatiza o presidente da Acip, Ivan Blumenschein, sobre os recursos que entram com gastos em restaurantes, lojas de fábrica, postos de gasolina e parques.

Satisfeito com o trabalho de divulgação da Osterfest, que atrai mais visitantes a cada ano, o secretário de Turismo de Pomerode, Marcos Küster, é mais realista com relação à previsão de gastos dos turistas neste ano:

— É difícil mensurar este movimento em um ano atípico, por conta desta crise política e econômica. Tem mais visitante, mas no meu ponto de vista eles acabam não gastando tanto quanto nos anos anteriores. Mas sem dúvida é um movimento que a gente não esperava e que consegue movimentar todos os setores envolvidos no setor em época de crise — explica.

Um exemplo do poder de atração de visitantes para a cidade nesta época do ano é a presença do grupo As Poderosas, vindo da Capital. Foi a Osterbaum que atraiu 10 amigas que embarcaram ontem pela manhã em uma van com destino à Pomerode. Elas se encantaram com o colorido da decoração e das casquinhas de ovos e registraram todos os momentos para mostrar aos familiares.

— Esta é a primeira vez que eu venho e estou encantada. A árvore realmente é linda, vou fazer fotos de tudo para mostrar para os meus netos e o meu tataraneto — contou orgulhosa Mirian Antunes.

Um dos comerciantes que sentem o impacto direto nas vendas por conta da Osterfest é Anderson Hedrich, um dos proprietários da Arte do Lar, loja de artigos de decoração para casa. Ele conta que o fluxo na Ostermarkt — mercado de artesanato montado exclusivamente para a data — é intenso, mas que fora do Centro Cultural o comércio também sente o reflexo do turismo.

— Se comparar com o movimento em outras épocas do ano, podemos considerar um aumento de até 60% nas vendas. O item mais procurado hoje é a casquinha de ovo decorada, as pessoas estão levando para montar uma Osterbaum em casa e junto elas levam a cultura germânica — salienta.

Segundo a diretora-executiva da Fundação Cultural de Pomerode, Ivone Lemke, o resgate e a preservação da cultura germânica são os maiores ganhos para Pomerode. Ela ressalta que a cada ano a festa cresce porque oferece algo simples a um público que recorda da infância:

— É a simplicidade que atrai as famílias para a Osterfest, poder interagir com esta cultura e relembrar ou conhecer a tradição é algo que tem encantado os turistas — avalia.

São pessoas como Alessandra Suzuki, de São Caetano do Sul (SP), que injetam recursos e influenciam na infraestrutura local, que aos poucos se molda para atender este público. Ela veio do Sudeste atraída pelas belezas naturais do Vale:

— Sempre quis conhecer, mas depois que vi na televisão me encantei ainda mais pela região. A experiência está sendo ótima e estou aproveitando o dia para conhecer a Osterbaum e, claro, Pomerode. É encantador, as pessoas são gentis e há muitos atrativos — ressalta a servidora pública federal.

Ao contrário de outros setores econômicos, que tendem a juntar recursos para investimentos de médio e longo prazo, os estabelecimentos turísticos costumam reinjetar este dinheiro na economia, ressalta o presidente da Associação Empresarial de Pomerode (Acip), Ivan Blumenschein.

— Cada vez mais os estabelecimentos se preparam, mudam horário de abertura, contratam gente. Um rendimento que vai recircular na cidade.

Osterfest
No Centro Cultural (Rua Hermann Weege, 111, Centro, Pomerode), ao lado do Teatro. De quinta-feira a domingo, das 10h às 19h, entrada gratuita. Até 27 de março.

Foto: Gilmar de Souza / Agencia RB
Fonte: Jornal de Santa Catarina

AGENDA DE EVENTOS

01/03/2018

Centro Cultural

Em 2016 a Osterfest - A Páscoa mais alemã do Brasil, acontecerá de 03/02 a 01/04.

10/01/2018

Pavilhão de Eventos

Festa Pomerana - Várias atrações esperam por você na Festa mais Alemã do Brasil! 

23/09/2017

Opa Restaurante e Pizzaria

Música ao vivo com Billy no Opa Restaurante e Pizzaria durante o horário de almoço.

23/09/2017

Opa Restaurante e Pizzaria

O Restaurante e Pizzaria Opa, promove música ao vivo com a Aura Vibe, MPB e Pop Rock.

22/09/2017

Opa Restaurante e Pizzaria

O Restaurante e Pizzaria Opa, promove música ao vivo com o cantor Thiago Rubin.

02/02/2017

Teatro Municipal 

A partir das 20h acontecerá a apresentação da Banda Sinfônica do Femusc.