Campeonato de Downhill

Quarta-Feira, 28 de Maio - O Downhill de Pomerode vive um momento especial. Nos dias 24 e 25 de maio, a cidade recebeu a 2ª Etapa do Catarinense de Downhill, promovido pela Federação Catarinense de Ciclismo e a equipe de Downhill de Pomerode, com apoio da Funpeel e da Prefeitura Municipal de Pomerode. A prova foi realizada na pista do Morro da Turquia, localizada nos fundos do Pavilhão de Eventos. O prefeito de Pomerode, Rolf Nicolodelli, e o presidente da Funpeel, Célio Schlingmann, estiveram presentes.

O local é um importante ponto de encontro do Downhill regional, pois abriga a mais completa pista do estado e uma das melhores do Brasil pois conta com aproximadamente 2 mil e quinhentos metros de extenção. Vários pilotos de Santa Catarina e também de outros estados do Brasil estiveram presentes.

O campeão desta etapa, foi o piloto Ibiramense, Lucas de Borba, considerado hoje o melhor do Brasil que fez o percurso no tempo de 3:39.07. Os Pilotos Pomerodenses também se destacaram na prova, veja os resultados:

Categoria Rigida 1:
1º lugar: William César Michalack com o tempo de 6:11.91

Categoria Full Livre:
2º Lugar: Luca Rian Volkmann com o tempo de 5:11.91
18º lugar: Johann Sasse de Vasconcelos Cunha com o tempo de 8:19.55

Categoria Juvenil:
4º lugar: Richard Volkmann com o tempo de 4:48.73

Categoria Master “A”
9º lugar; Marcos Kreidel com o tempo de 8:34.20

Categoria Sub 30:
7º lugar: Henrich Tiedt com o tempo de 5:04.35
11º lugar: José de Souza Júnior com o tempo de 5:20.61
15º lugar: Rafael Mohr com o tempo de 6:13.21

Categoria Júnior:
6º lugar: Sthefan Alex Link com o tempo de 4:56.37
9º lugar: Victor Konell Neto com o tempo de 5:31.45

Downhill
A modalidade do Downhill, que vem crescendo e atraindo cada vez mais adeptos, funciona como uma corrida. O ciclista passa por um percurso de descida de morro, com no máximo poucas retas, mas com o terreno bastante irregular, natural com bastantes raízes, pedras, desvio de árvores, ou artificial com Gaps (espaço a serem transpostos com ou sem ajuda de rampa), Drops (grades degraus, onde o ciclista deixa “cair” para Transpor) e Jumps (Pontos de Saltos), enfrentando situações de bastante risco.

Neste Tipo de Prova, costuma-se a usar, Capacete fechado, Colete e cotoveleira, Joelheira com caneleira para dar o máximo de proteção ao ciclista. Na prova os ciclistas descem de um em um, com tomada de tempo individual. Ganha quem fizer o menor tempo na prova.

 

Fonte: Avipomerode

Página Inicial

Nossa Pomerode

Agenda Completa

Notícias

Vídeos

Rota Gastrônomica

Aventuras Radicais

Festas Municipais

Hotelaria

Contato

É SÓ CURTIR

Curta a gente nas redes sociais e fique por dentro das novidades.

Todos direitos reservados a Pomerode Online

Desenvolvido por D.M System & Design